Notícias

08/05/2019 18H19 Sistema Faeb/Senar, SPRLEM e Abapa realizam formação de professores para o Programa Conhecendo o Agro e Despertar – “Juntos pelo fortalecimento do Oeste”

O Sistema FAEB/SENAR, Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo Magalhães – SPRLEM, e a Associação Baiana dos Produtores de Algodão – Abapa realizaram na manhã desta quarta-feira, 08, no Centro de Treinamentos da Abapa, o treinamento de professores, diretores e coordenadores das cinco escolas municipais da zona urbana de Luís Eduardo Magalhães: Ângelo Bosa, Dom Ricardo Josef Weberberger, Vania Aparecida Santos Ribeiro, Onero Costa da Costa e Ottomar Schwengber. Estiveram presentes na abertura do evento, além de professores, diretores e coordenadores do município, a vice-presidente da FAEB, Carminha Maria Missio, o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de LEM, Cícero José Teixeira, a Secretária de Educação, Maria Rosilene Rodrigues Sertão e o Diretor Executivo da Abapa, Lidervan Morais.

As cinco escolas farão parte do projeto piloto “Conhecendo o Agro e Programa Despertar”. Os programas estarão desenvolvendo ações com o tema “As Culturas Agrícolas do Oeste”, e tem como objetivo apresentar os conceitos fundamentais do agronegócio, a interdependência campo-cidade, a dimensão e a importância do setor para a economia regional e nacional.

De acordo com a coordenadora de programas do Senar, Jaqueline Errico, este novo projeto proporcionará a estudantes e professores visitas às fazendas, agroindústrias, entre outras atividades de campo, além do uso de material didático sobre o agro, promoção de concursos, entre outras atividades.  As ações pedagógicas e socioambientais serão planejadas de acordo com a metodologia usada no Despertar: pedagogia por projetos e pesquisa com ações contextualizadas, interdisciplinares, significativas e práticas (“Aprender a Fazer fazendo”).

Segundo o diretor-executivo da Associação Baiana dos Produtores de Algodão – Abapa, Lidervan Morais, o projeto educacional “Conhecendo o Agro” vai permitir um novo olhar de professores e estudantes acerca da contribuição da produção agrícola para a sociedade. “É um setor altamente tecnificado que gera emprego e renda e vem se destacando com ações nas áreas ambiental e social, como a recuperação de nascentes e a capacitação de mais de 10 mil trabalhadores no ano passado, somente com ações desenvolvidas pela Abapa”, afirma.

 

O presidente do SPRLEM destacou em sua fala a importância de adquirir conhecimento e de transmiti-lo. “O aprendizado que vocês receberão e que irão transmitir aos jovens fará a diferença no futuro, e este é um futuro bem próximo. Somos os pioneiros neste projeto e gostaríamos que muitas regiões seguissem nosso exemplo. Através deste trabalho estamos retribuindo a sociedade o que esta região nos ofereceu de oportunidades, é dever do produtor e das entidades ligadas ao agro realizar este trabalho social”, falou Cícero.

 

As Instituições parceiras pretendem contribuir para a formação de cidadãos éticos, participativos, críticos que sejam capazes de entender e praticar os princípios da sustentabilidade, terem consciência socioambiental e serem agentes de transformação da sociedade.

“Precisamos conhecer a importância do agronegócio para a região Oeste e levar informações sobre as culturas locais, começando pelo preparo do plantio até a chegada do alimento as nossas mesas.  O lugar adequado para discutir a importância do produtor, das culturas locais e a relevância delas para o desenvolvimento da região tem que ser a escola. Somente a Educação transforma a Sociedade”, falou Carminha Missio.

 

ASCOM

Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo Magalhães – SPRLEM